“Agora está em ritmo acelerado”, garante Rui Costa sobre obras da Maternidade de Camaçari

Desde 2014 a discussão sobre a implantação da Maternidade Regional de Camaçari está em pauta, quando foi lançado o primeiro edital de licitação do projeto em abril daquele ano. De lá para cá outras licitações foram abertas, ordens de serviços assinadas e as obras continuaram paradas. No entanto, o governador Rui Costa (PT) garante que a partir de agora as obras serão iniciadas.

“A maternidade, as obras graças a Deus superaram todas as burocracias agora está em ritmo acelerado”, assegurou o líder do executivo estadual baiano durante assinatura da ordem de serviço para reforma do Hospital Geral de Camaçari (HGC) nesta sexta-feira (15).

A última ordem de serviço foi assinada em agosto do ano passado. A Maternidade será construída ao lado do HGC, em uma área de 10 mil m², com investimento de R$ 34,3 milhões – R$ 13 milhões de recursos do governo federal e cerca de R$ 30 milhões do governo estadual.

De acordo com o secretário de Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas trâmites burocráticos travaram a realização das obras de implantação da Maternidade Regional de Camaçari.

“A obra de 2014, a licitação foi cancelada e nós reeditamos. Gastamos três anos para conseguir cancelar o convênio anterior e relicitar. Quando nós demos a ordem de serviço no ano passado houve dificuldade na tramitação interna da Caixa Econômica Federal em liberar o primeiro pagamento, que já foi feito tem 15 dias, e a obra agora já está em ritmo acelerado. A gente espera que daqui a um ano voltemos aqui para inaugurar”, pontuou.

A unidade terá 110 novos leitos, sendo 25 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI); 26 de obstetrícia clínica, 20 de obstetrícia cirúrgica, 12 de gestação de alto risco, 10 de UTI Neonatal, 10 de Cuidados Intermediários Convencional, cinco de Cuidados Intermediários Canguru, dois de isolamento e um Centro de Parto Normal, dotado de três leitos; bem como 28 leitos de emergência

O equipamento irá atender também gestantes com idade mais avançada, portadoras de hipertensão e diabetes, além de casos de fetos com diagnóstico intraútero de má formação. Conforme a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), a Maternidade irá oferecer condições técnicas, instalações físicas, equipamentos e recursos humanos especializados para referência para o parto de risco habitual e para a gestação de alto risco. O local deverá abrigar o desenvolvimento do ensino e pesquisa.

Um comentário em ““Agora está em ritmo acelerado”, garante Rui Costa sobre obras da Maternidade de Camaçari

  • domingo, 5 de maio de 2019 em 09:21
    Permalink

    Olá,e chamo Diogo dos Santos Sousa. Gostaria de saber como uma empresa cheias de processos trabalhistas, entre eles o meu. Aonde eu acionei a empresa Cinzel Engenharia LTDA . Por o não pagamento das verbas rescisórias não só a minha mais a de centenas de trabalhadores na obra do TRT e TRE de Salvador . Gostaria de saber como uma empresa como essa consegue ganhar licitação pública. Gostaria de ressaltar que ganhei o processo já se faz três anos e a cinzel engenharia teve seu nome é CNPJ incluídos no banco de devedores da justiça do trabalho. Como consegue ganhar uma licitação.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.