Abaixo da média nacional, em junho, prévia da inflação da RMS fecha em 0,03%

De acordo com pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em junho, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), que funciona como uma prévia da inflação oficial, desacelerou pelo segundo mês consecutivo na Região Metropolitana de Salvador (RMS), ficando em 0,03%.

Foi o menor aumento dentre as 11 áreas investigadas pelo IBGE e ficou abaixo do índice nacional (0,06%). Foi também a menor prévia da inflação para um mês de junho desde o início da série regional do IPCA-15, em 2012 e o menor índice registrado neste ano na RMS.

Com o resultado de junho, o IPCA-15 da RMS acumula alta de 2,62% no primeiro semestre do ano de 2019, ainda acima da média nacional (2,33%).

Dos nove grupos de produtos e serviços que formam o IPCA-15, cinco tiveram altas em junho, na Região Metropolitana de Salvador. Os maiores aumentos ocorreram em vestuário (0,99%) e habitação (0,56%), que também exerceram as principais pressões de alta no mês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.