Tráfego de caçambas é proibido em via de Jauá para impedir extração de areia e descarte irregular de lixo

O trânsito para veículos pesados, tipo caçambas, na estrada entre Bela Vista e a Via Parque, que passa por dentro das dunas de Jauá, será interditado a partir de hoje (14). A medida permanente visa coibir o descarte irregular de lixos e resíduos na Área de Proteção Ambiental (APA), além da extração ilegal de areia.

De acordo com a Secretaria Municipal de Serviços Públicos (Sesp), a área foi bloqueada para retirada de todo lixo do local, com a presença de seis caçambas e duas máquinas para auxiliar na limpeza.

O titular da pasta, Armando Mansur, afirma que a “medida mais dura” precisou ser tomada para “acabar com a degradação daquele ambiente que é uma Área de Proteção Ambiental”. “Eu vi que a coisa estava ficando confusa e precisava tomar certas decisões”, pontuou.

Mansur revela que em operações de retirada de entulho na região, a Prefeitura chegou a gastar entre R$ 30 mil e R$ 50 mil por ação. Portanto, a medida deve garantir economia aos cofres públicos e a manutenção e preservação da APA.

Inicialmente apenas caminhões e caçambas estarão impedidos de circular na estrada de terra, no entanto, a Sesp planeja bloquear de vez o tráfego na região também proibindo que veículos de pequeno porte passem pela via. A medida para os automóveis e motocicletas deve passar a valer assim que o projeto de implantação do Parque das Dunas estiver concluído.

A fiscalização do tráfego na via será de responsabilidade da Sesp, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Sedur), Superintendência de Trânsito e Transporte (STT) e Polícia Ambiental.

Ainda, segundo a Sesp, o trânsito na avenida principal da Via Parque, que liga Jauá a Vila de Abrantes, permanece inalterado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.