Tarifa de água ficará 4,7% mais cara em toda Bahia

A partir deste domingo (12) a tarifa de água sofrerá reajuste, conforme aumento estabelecido pela Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa) as contas de água ficarão 4,7% mais caras em todo estado.

No entanto, os novos valores tarifários da Embasa entrarão em vigor a partir de 12 de junho.

Com a decisão uma residência com consumo mínimo de até seis metros cúbicos poderá pagar R$ 29,90 por mês, acima dessa faixa de consumo o valor será cobrado por metro cúbico utilizado. Variando de R$ 1,18 para residências normais e de veraneio na faixa de 7 a 10 m³, até R$ 16,29 por metro cúbico para consumo acima 50 m³.

Para os imóveis comerciais, as tarifas variam de acordo com o modelo: comercial, pequenos comércios, derivações comerciais de água bruta, construção e industrial, e pública. Neste caso, o valor mínimo é de R$ 14,20 por mês e o máximo de R$ 22,45 por m³.

De acordo com a Agersa, o reajuste foi menor do que o esperado pela empresa, que era de 6,22% em função do aumento de seus custos operacionais, e foi baseado somente no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Segundo o diretor geral da Agersa, Walter Oliveira, as dificuldades financeiras que o país enfrenta e o bom desempenho da Embasa em 2018 foram determinantes para que o reajuste não chegasse ao patamar informado pela empresa, reduzindo o desconforto para a população baiana. “É justo que a empresa pública compartilhe com os usuários os ganhos de eficiência obtidos no ano passado e, em função disso e de estudos técnicos realizados pela Agência, o reajuste será de apenas 4,7% nas contas de água”.

Veja aqui a tabela de valores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.