Sesab faz contrato emergencial para suprir falta de profissionais no HGC, revela Maria Del Carmem

Após uma série de reclamações referente à falta de assistência e atendimento para execução de partos no Hospital Geral de Camaçari, os vereadores da Câmara Municipal de Camaçari decidiram vistoriar as condições de funcionamento na unidade médica. A ação foi realizada nesta quinta-feira (14), no horário da terceira sessão ordinária na Casa Legislativa. Com a iniciativa, a sessão foi suspensa.

Os vereadores da base do governo e de oposição se reuniram com a diretora do HGC, Maria Del Carmem, que assumiu a administração da unidade em novembro de 2018.  Acompanhada das coordenadoras de enfermagem, a doutora explicou o incidente da última sexta-feira (8), com o desligamento de alguns médicos que eram de cooperativas, o que ocasionou a pausa nos atendimentos de saúde.

Maria Del Carmem, diretora do HGC. Foto: Hyago Cerqueira

“Nós não deixamos de dar nenhuma assistência a nenhuma paciente que chegou aqui. Estamos com uma ambulância e uma enfermeira obstetra no plantão para só esse período noturno que foi o único. O Hospital Geral de Camaçari nunca fechou, pelo menos na minha gestão. E uma coisa que não posso é ser irresponsável de fechar o atendimento. Não tenho como fechar o atendimento. Nenhuma pessoa sai daqui sem orientação. Nós, junto com a Sesab [Secretaria da Saúde do Estado da Bahia] e Governo do Estado, estamos fazendo para com que isso dê uma melhorada significativa com a contratação de novos profissionais”, detalhou.

A gestora também afirmou que o HGC passará por uma reforma e garante que a construção da maternidade está sendo realizada com êxito. Ela também pontua que a Sesab está fazendo um contrato emergencial para que possa atender a demanda da falta de profissionais no hospital.

Jackson Josué (PT). Foto: Hyago Cerqueira

O vereador Jackson Josué (PT) havia contactado a diretora para averiguar as condições de atendimento e pontuou que a iniciativa para a realização da vistoria surgiu pela preocupação dos vereadores com a saúde do município. “Essa visita ao Hospital Geral partiu da Câmara, de todos os vereados, por relato de pessoas e também das redes sociais da questão da falta de atendimento, que disseram que não estava atendendo. Mas a diretora Maria Del Carmen atendeu todos os vereadores, mostrou a realidade do hospital”, enfatizou o petista.

Jorge Curvelo (DEM), presidente da Câmara Municipal. Foto: Hyago Cerqueira

De acordo com o presidente da Câmara Municipal, Jorge Curvelo (DEM), a medida adotada é para que possa ser estabelecido um diálogo entre a gestão municipal e estadual. “Nós buscamos, todos os vereadores, vir ao Hospital Geral de Camaçari, para ver de que forma nós íamos poder fazer uma intervenção aqui e ajudar a direção do hospital a buscar recursos”, frisou.

A vistoria contou com a participação dos vereadores Adalto Santos (sem partido), Zé do Pão (PTB), Flávio Matos (DEM), Niltinho (PR), Cristiane Bacelar (PRB), Rui Magno (DEM), Jamelão (DEM), Fafá de Senhorinho (DEM), Téo Ribeiro (PT), Marcelino (PT), Dedel (PSDB) e Oziel (PSDB). Cinco vereadores não acompanharam a vistoria: Dilson Magalhães Jr. (PATRI), Bispo Jair (PRB), Pastor Neilton (PSB), Val Estilos (PPS) e Vaninho da Rádio (DEM).

Mudanças 

O governador Rui Costa estará nesta sexta-feira (15), às 9h, na Avenida Industrial Urbana em Camaçari para assinar a ordem de serviço para a ampliação e reforma do HGC. O ato será logo após a inauguração do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest). Além dessas ações, o gestor fará a entrega simbólica da Academia de Saúde de Arembepe e vai autorizar as obras de ampliação do Sistema de Abastecimento de Água (SAA) de Machadinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.