Rui chega à 500ª viagem com média de uma cidade a cada três dias

Prestes a alcançar a marca de 500 viagens de trabalho realizadas ao interior da Bahia, o governador da Bahia, Rui Costa (PT) foi a Sapeaçu na última quinta-feira (11). Na região, ele entregou a recuperação da BA 120, no trecho entre Sapeaçu e Castro Alves, entre outras ações. Esta foi a 499ª viagem em 1.566 dias de governo, o que representa uma cidade visitada a cada três dias. Ao longo de quatro anos, três meses e 15 dias, o governador esteve em 255 municípios diferentes.

A 500ª viagem será para Morro do Chapéu, nesta segunda-feira (15). No município, Rui vai inaugurar a restauração e pavimentação da BA-144, no trecho de 73 quilômetros que ligam Morro do Chapéu a Várzea Nova e ao povoado de Lages do Batata, em Jacobina. Ele também autorizará a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) a celebrar três convênios com associações de agricultores familiares e fará a entrega de tratores a 20 municípios da região.

Além de inaugurações, como a rodovia que será entregue em Morro do Chapéu, Rui estabeleceu uma rotina de visitas a escolas e unidades de saúde nas viagens ao interior da Bahia. Nesses quatro anos, 329 instituições de ensino receberam a visita do governador, sendo 203 escolas estaduais.

Em 2019, além ouvir demandas do corpo docente e dos alunos, Rui passou a realizar encontros de trabalho com diretores, vice-diretores e coordenadores pedagógicos. O objetivo é estabelecer estratégias para melhorar a aprendizagem dos estudantes. A primeira reunião ocorreu em fevereiro, em Alagoinhas, seguida por outras cinco no interior do estado.

A metodologia dos encontros foi alinhada com diretores dos 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTE) em reunião no dia 23 de março, na sede da Secretaria da Educação. Na atividade, o governador reafirmou o compromisso do Governo do Estado com a Educação. “Estamos fazendo um esforço para melhorar a aprendizagem dos nossos estudantes, investindo em formação, na infraestrutura das escolas, construindo uma rede de parcerias e chamando as famílias para as escolas. O conceito é de mutirão, de uma grande mobilização para transformar a nossa rede. Esta é a minha expectativa não só como governador, mas de vida. E o foco do nosso trabalho é o estudante. O que for melhor para o estudante será o melhor para nós”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.