Obras de requalificação do Horto Florestal de Camaçari devem começar no segundo semestre

Criado na década de 70, com 42 mil m², o Horto Florestal de Camaçari vem sofrendo com o abandono há anos com o acúmulo de lixo, cercas, passeios e portões quebrados, falta de manutenção, entre outros problemas. Porém, o governo municipal afirma que o espaço deve passar por uma requalificação ainda este ano.

Em nota divulgada à imprensa, a prefeitura garante que o projeto está pronto e que prevê a ampliação das atividades, com a inserção de ações nas áreas de cultura, lazer e de educação ambiental.

Conforme a administração municipal, as intervenções devem começar no segundo semestre.

Serão construídos novos espaços, como sanitários, quiosques, nova ala de viveiro e galpões da família e infantil, além da parte administrativa, que será reformada, e os caminhos de passeio, que serão remodelados. A área vai receber também nova iluminação, instalação de uma guarita na entrada principal e novo gradil na área lateral.

Segundo a prefeitura, com a requalificação o Horto Florestal contará com uma nova entrada pela Praça Lúcia Eugênia Borges da Silva. O viveiro receberá mudas de árvores de programas e de contrapartida de empreendimentos e também vai criar mudas que irão ser usadas para reflorestar áreas degradadas e para plantio em áreas públicas na cidade.

“A gente quer fazer com que Camaçari tenha um microclima mais agradável, através das árvores e do sombreamento que elas proporcionam. Por isso é importante que a gente tenha na cidade um índice de arborização grande. Isso traz qualidade de vida para quem mora na cidade e qualidade do ar que se respira”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, Genival Seixas.

O titular da pasta ainda destacou que a ideia é fazer com que a população vá curtir e aprender no espaço. “A gestão municipal tem uma nova visão sobre a área e vai ampliar as atividades que existiam, com a criação de ações que, por exemplo, possibilitem à comunidade o aprendizado sobre as plantas, os rios, as matas e os ecossistemas, incentivando o cuidado com a natureza através da consciência ambiental”.

Em março deste ano a Câmara Municipal de Camaçari aprovou por unanimidade uma indicação do vereador Jackson Josué (PT) que solicitava a requalificação do local. Ainda em 2017, o vereador Dentinho do Sindicato (PT) havia feito o mesmo pedido. Já no ano passado, em indicação conjunta, o vereador Adalto Santos (sem partido) e vereador licenciado Gilvan Souza (PR) também solicitaram a requalificação do Horto. (veja aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.