Inovar nas receitas é uma das saídas para se alimentar de maneira saudável no final do ano, orienta nutricionista

Os preparativos para as festividades de fim de ano estão cada vez mais intensivos, e esse também é o momento de reunir a família e amigos para degustar a ceia natalina. Como sempre rola aquela dúvida sobre os alimentos que devemos consumir e bate uma preocupação se vamos ganhar alguns quilinhos.  Mas, você sabia que é possível se alimentar de forma saudável mesmo nessa época com tanto banquete? Pois é!

O Destaque1 entrevistou a nutricionista do Hapvida, Marigleise Lima, 30 anos, que é especialista em Emagrecimento e Fitoterapia. Ela também atua na área de nutrição clínica, prestação de assistência nutricional e coordenação de programas de nutrição, analisando carências alimentares e o conveniente aproveitamento dos recursos dietéticos.

Destaque1Com a chegada das festividades de fim de ano, quais são as dicas para montar um cardápio equilibrado com alimentos saudáveis?

Marigleise Lima – Investir nas frutas frescas e secas que são ricas em fibras e podem acrescentar vitaminas e minerais para o seu corpo, sem prejudicar a sua alimentação. Além disso, as fibras ajudam a promover a saciedade, o que evita a gula.

Fuja dos refrigerantes, prefira os sucos naturais e integrais, podendo também investir nas polpas de frutas que são práticas e acrescentam nutrientes. Aposte no suco de uva integral ou vinho: se for tomar vinho, não exagere na quantidade, tudo em excesso pode fazer mal.

Inovar as receitas: há maneiras simples e práticas de manter o tradicionalismo, modificando a forma de preparo e sem perder a essência do prato. Fuja das frituras! O bolinho de bacalhau, por exemplo, pode ser feito com massa de batata doce e ser levado ao forno.

Controlar a quantidade de azeite: o tradicional bacalhau da ceia natalina é sempre apetitoso e pede o azeite para completar.

Fazer saladas para entradas, invista em entradinha como cenoura crua cortadinha, para molhar numa pastinha de grão de bico, por exemplo. Tomatinhos cereja, amêndoas, nozes, castanhas também são boas alternativas.

D1 – Para aqueles que não abrem mão de doces e guloseimas. O que fazer?

ML – Uma alternativa pode ser o sorvete, principalmente dos sabores de frutas, que possuem menos calorias e podem ser combinados a frutas da época.

D1 – Como preparar uma sobremesa balanceada?

ML – Utilizar a criatividade e substituições  com frutas e ingredientes naturais como farinhas de oleaginosas, farinha de coco ou arroz.

D1 – Como o consumo de bebida alcoólica pode influenciar na dieta?

ML – O álcool atrapalha a capacidade do organismo em absorver os nutrientes, causa desidratação, diminui a taxa de açúcar no sangue, eleva os níveis de cortisol (hormônio do catabolismo) vai contra hipertrofia e emagrecimento, diminui os níveis de testosterona, influenciando negativamente o processo de ganho de massa muscular, causa deficiência de vitaminas B1, B2, B6, B12 e C. Vitaminas de extrema importância para quem busca aumento de massa muscular.

Para quem não abre mão do tradicional champanhe, assim como o vinho tinto ou seco, o ideal é que eles sejam ingeridos com moderação. Intercalando a ingestão de bebida alcoólica com água, para evitar a ressaca do dia seguinte, já que mantém o corpo hidratado.

D1 – É possível montar uma mesa somente com frutas da época?

ML – É possível sim! Monte mesas com frutas da época fazendo espetinhos, saladas, cortadas em forma de bichinhos ou em potes para sobremesas.

D1 – Quanto às frutas secas e oleaginosas, quais os benefícios e como devem ser consumidas?

ML – As oleaginosas podem ser consumidas tanto nas saladas como petiscos ou ainda incrementando molhos ou pastas. Pois além de conter vitaminas, ajudam muito a fornecerem saciedade, ajudando a evitar os exageros no consumo alimentar.

 

D1 – Algumas pessoas são intolerantes a lactose e tem restrições à alguns alimentos. Como atender a esse público durante os festejos?

ML – Oferecer uma ceia criativa e diversificada entre proteínas, frutas, além de oferecer sachês de enzimas digestivas.

D1 – Quais alimentos não podem faltar na ceia, e por quê?

  • Peru/Leitão: são carnes que estão mais presentes nessa época do ano e são servidas com acompanhamentos e bem decoradas.
  • Panetone: uma receita italiana que caiu no gosto mundial. O “Pão do Toni” com suas frutas cristalizadas ganhou variações com chocolate, sorvete e até panetones salgados.
  • Nozes e Castanhas: esse costume vem da Europa e da Ásia. São frutos colhidos no final do outono e começo do inverno. Aqui no Brasil, temos a castanha do pará, muito consumida em diversos tipos de pratos.
  • Frutas: além de ajudar na decoração da mesa, são extremamente nutritivas e saborosas.
  • Rabanada: simples de fazer e de um sabor maravilhoso. Pão, leite e ovos são os principais ingredientes. Segundo a tradição espanhola, deve ser consumida com uma taça de vinho.
  • Salpicão: prato típico brasileiro. É uma mistura de ingredientes crus e cozidos. As receitas são bem variadas, mas a maioria delas terão a maionese, cenouras, batatas, pimentão de várias cores, carne de frango ou peru, salsão e pimenta, além de frutas como abacaxi, cereja, maçã verde e uva passa.
  • Vinho: bebida oficial para as celebrações cristãs, não poderia faltar no Natal.
  • Bacalhau: herança portuguesa, sempre acompanha batatas e muito azeite.
  • Arroz de Natal: acompanhamento que não pode faltar na ceia natalina. Geralmente ele é feito com uvas passas, mas existem outros tipos, tais como arroz à grega, arroz de forno, arroz com nozes, castanha de caju, etc.
  • Farofa: ela pode ser variada e repleta de ingredientes, com farinha de mandioca, farinha de milho, pode ser frita na manteiga ou no azeite, com amêndoas, frutas secas, bacon, nozes, etc.

D1 – E quem exagerou nos festejos do final de ano quais orientações para eliminar os quilos indesejáveis?

Ingerir bastante água antes, durante e após os festejos; retomar o mais rápido possível ao sua alimentação habitual; preferir chá e sucos naturais e refrescantes; diminuir consumo de doces e açúcares e procurar quanto antes uma atividade física.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.