Ministério da Saúde recomenda vacinação contra febre amarela antes do verão

 

Com o slogan “O perigo é para todos. O combate também. Faça sua parte. Com ações simples podemos combater o mosquito”, o Ministério da Saúde lançou hoje (13) a campanha de combate ao mosquito Aedes aegypti. O objetivo é mobilizar toda a população sobre a importância de intensificar neste período que antecede o verão as ações de prevenção contra o mosquito, que transmite dengue, zika e chikungunya.

Para evitar infecções de febre amarela, o Ministério da Saúde recomenda que a população que vive em áreas de risco para transmissão da doença se vacine antes do início do verão, 21 de dezembro. A estação, que concentra períodos chuvosos, é o período propício para a proliferação do Aedes aegypti, vetor da doença em áreas urbanas.
Ao longo deste ano, mais de 30 milhões de doses já foram distribuídas aos postos de saúde. A campanha de vacinação em dose única é voltada para as pessoas com mais de nove meses de idade. Desde o início deste ano, 1.311 casos da doença foram confirmados.

No total, 210 mil unidades públicas e privadas de todo o país estão sendo mobilizadas, sendo 146 mil escolas da rede básica, 11 mil centros de assistência social e 53 mil unidades de saúde. Além disso, desde novembro de 2015, foram destinados cerca de R$ 465 milhões para pesquisas e desenvolvimento de vacinas e novas tecnologias. Neste ano, o orçamento destinado para as ações de vigilância em saúde é de R$ 1,9 bilhão.

A vacina contra febre amarela é contraindicada para gestantes, mulheres que estão amamentando, crianças até seis meses, pessoas com mais de 60 anos, imunodepressivas, pacientes oncológicos e portadores de doenças crônicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.