Mercado de trabalho gerou quase 5 milhões de empregos formais no Brasil

A quantidade de pessoas que tiveram a carteira de trabalho assinada subiu 5% em 2018 na comparação com o ano anterior. Ao todo, 4,9 milhões de trabalhadores brasileiros e 85 mil estrangeiros foram registrados pelos empregadores, segundo dados divulgados pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

A maior parte dos registros ocorreu em São Paulo, onde 1,2 milhão de carteiras foram emitidas. Em seguida, aparecem nesta ranking Minas Gerais, Rio de Janeiro, Bahia e Paraná. Contudo, Roraima foi o estado que apresentou o maior aumento proporcional, com um salto de 115% nas carteiras assinadas.

O Ministério do Trabalho oferece mais de 2,1 mil unidades de atendimento para solicitação e confecção de carteiras.

O documento é obrigatório em relações de prestação de serviços à indústria, comércio, agricultura, pecuária ou serviço doméstico. A medida assegura direitos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), como seguro-desemprego, benefícios previdenciários e Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

*Com informações do Ministério da Economia 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.