Governo inicia estudo para elaboração de projeto básico do sistema de transporte

O levantamento de dados e estudos para a elaboração do Projeto Básico do Sistema de Transporte Público Coletivo por ônibus em Camaçari foi iniciado. A empresa de consultoria AGKF Serviços de Engenharia é a responsável pelo trabalho, além de prestar suporte técnico na preparação de minuta do Edital de Licitação para a concessão do sistema.

O trabalho da empresa no município iniciou desde o dia 14 de dezembro, data da assinatura do contrato, com a realização de reconhecimento de área, com visitas aos terminais, conhecendo as linhas, dialogando com os operadores que prestam serviço e com a equipe técnica da Superintendência de Trânsito e Transporte Público (STT).

Simultâneo a isso, é realizada uma pesquisa para levantamento de dados com o objetivo de entender a demanda da cidade, verificando origens e destinos dos passageiros, a forma que prefere se locomover dentro do município, quais horários eles costumam fazer esse deslocamento, dentre outras características.

Dentro do cronograma está previsto ainda o levantamento de todos os projetos do município que têm correlação com a mobilidade urbana, seja ele de trânsito, de áreas de desenvolvimento, ou mesmo de novos empreendimentos.

“É preciso identificar para onde a cidade está crescendo e assim ter uma ideia macro do como deve ser a mobilidade da cidade”, pontuou Cezar Rocha, responsável técnico do projeto de Camaçari, ao acrescentar que a pesquisa de campo será aprofundada e o projeto visa atender a demanda atual e dos próximos 10 anos.

Cezar Rocha explica ainda que a partir desses dados será traçada a rede ideal para atender a essas necessidades e definir a oferta dos serviços, como quantas e quais linhas, o número de ônibus, de que forma será oferecido e o tipo de equipamento que deve ser utilizado.

O superintende da STT, Armando Yokoshiro, esclarece que com a consultoria o município terá identificada as demandas de deslocamento dos passageiros de Camaçari dentro da própria cidade, tanto na sede quanto da orla. “Queremos oferecer um sistema de transporte eficaz e eficiente e que de fato facilite o dia a dia do cidadão”, finalizou.

O contrato tem duração de um ano, sendo seis meses para a elaboração do Projeto Básico do Sistema de Transporte Público Coletivo por ônibus e mais seis para assessoramento até a conclusão do processo licitatório, de forma a garantir que atenda as necessidades de mobilidade do município.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.