Corrida do Empreendedorismo reúne atletas de ponta neste domingo

Correr aumenta a capacidade cardiorrespiratória, faz perder peso, ativa a circulação sanguínea, melhora o nível de colesterol, distrai do estresse do dia a dia e até contribui para autoestima. Em busca de tantos benefícios é que cada vez mais pessoas aderem à corrida de rua, entre atletas profissionais e amadores.

Essa paixão por colocar o pé no asfalto e só terminar quando concluir a prova irá reunir centenas de corredores no dia 13 de janeiro, domingo, a partir das 6h na Reserva Camassarys, em Camaçari, para a 4ª edição da Corrida do Empreendedorismo.

A maratonista olímpica Marily dos Santos é presença confirmada. Essa é a segunda vez que a atleta de elite participa da competição. “Gostei muito de participar da primeira, bem organizada, é o que nós atletas precisamos, de incentivo e organização nas provas”, enfatiza.

Marily é atleta olímpica e participa pela segunda vez da Corrida do Empreendedorismo. Foto: Reprodução

Experiente, Marily ainda aponta que a prática esportiva serve de estímulo para a juventude. “A realização de eventos como este incentiva crianças e jovens e isso é sempre positivo”.

A atleta revelou ainda que tem mantido o ritmo forte nos treinos e deve participar neste ano da Maratona Cidade de Salvador e da Corrida Cidade de Aracaju. “Ainda estou definindo, mas é provável que participe de duas maratonas, em Salvador, que fui campeã ano passado e da corrida de aniversário da cidade de Aracaju. Estou treinando dois turnos de segunda a sexta, apenas sábado e domingo que alivio um pouco e faço um turno apenas, mas não tenho horário, treino pela manhã, tarde ou noite”, conta.

Seu Gervásio Ribeiro, 72 anos, é maratonista e figura conhecida nas provas de Camaçari, participa da Corrida do Empreendedorismo desde a primeira edição, em 2013, quando ficou em 1º lugar na categoria veterano.

Já são 18 anos correndo e participando de provas em todo país. Tempo que lhe rendeu, entre outros títulos, oito medalhas da Volta Internacional da Pampulha, 10 da Meia Maratona do Rio de Janeiro, uma da Maratona Internacional de São Paulo em 2009 e 15 participações na São Silvestre.

“Eu estava num processo de reabilitação e a atividade física pra mim foi 50% da minha reabilitação”, lembra. Ribeiro começou a correr após uma cirurgia de glaucoma – que o deixou cego do olho esquerdo e com 40% da visão no direito – e depois não parou mais, mesmo tendo que enfrentar outros obstáculos: câncer de laringe e câncer de próstata.

Seu Gervásio viu na corrida um caminho para se recuperar do glaucoma e dois cânceres. Foto: João Santos

Após participar 94ª edição da São Silvestre em São Paulo, em dezembro do ano passado, se prepara para correr os 10 km no próximo domingo. E a cada prova Seu Gervásio confirma que a corrida tem uma importância enorme na sua vida.

“Depois que eu passei a fazer atividade física eu voltei a viver, porque eu venci a morte. Quando eu estava no processo de enfermo lá no [Hospital] Aristides Maltez, eu sempre via uma luz lá no fundo, mas eu precisava ser útil em alguma coisa e isso que Deus me deu, essa minha reabilitação, uma sensação de voltar a viver e depois uma sensação de liberdade, não tenho adjetivos para descrever”, declara.

José Everaldo da Silva Mota, 39 anos, atleta profissional e educador físico, já corre há 19 anos e nas duas vezes em que participou da Corrida do Empreendedorismo conquistou o 1º e 3º lugares.

Everaldo já foi convocado pela Seleção Brasileira de Atletismo, foi vice-campeão sul-americano e aponta que iniciativas como essa foram capazes de incentivar o surgimento de novos atletas, equipes especializadas em corrida e aumentar o número de eventos esportivos na cidade. “Hoje é outra realidade em Camaçari. Fazer um evento em Camaçari antigamente dava 40, 50, 60 corredores; hoje dá 350, 400 corredores de Camaçari e Região Metropolitana. O esporte em Camaçari está com outra cara, outra dinâmica, outra pegada e só vai crescer cada vez mais com as corridas que vão ter e com o quê a Corrida do Empreendedorismo está fazendo em incentivar esse legado”, destaca.

Nessas quase duas décadas correndo, o atleta de alto nível garante que a prática esportiva é como uma terapia, capaz de elevar a autoestima e mudar por completo hábitos de vida.

Everaldo também é professor de educação física e corre há 19 anos. Foto: João Santos

“Hoje Everaldo sem corrida não é Everaldo. Everaldo é um cara que começou na corrida e a corrida veio para ficar, faz parte do meu dia a dia como se fosse uma alimentação pra mim. Se eu tiver um dia que eu não treinar, pra mim está faltando algo. A corrida é prazerosa, é como se fosse uma terapia”, comenta.

A Corrida do Empreendedorismo 2019 terá três percursos, sendo 3km de caminhada e 5km e 10km de corrida. Seu Gervásio, Marily e Everaldo estão entre os cerca de 500 atletas esperados para esta edição. A largada será às 7h10, com saída e chegada no Boulevard Shopping Camaçari.

Dicas

Para quem está começando agora, os atletas garantem que a corrida traz maior qualidade de vida e indicam como primeiro passo consultar um médico cardiologista e nutricionista antes de começar, principalmente para aqueles que levam uma vida sedentária. Além de fazer exames regularmente.

Depois é procurar ter uma alimentação balanceada e regularidade nos treinos, começando pela caminhada duas a três vezes por semana. Logo em seguida alternar caminhada e corrida, para daí começar a correr de fato.

O começo pode até ser difícil, mas o lema é não desistir e não ficar parado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.