Camaçari: superintende estadual dos Correios explica como será entrega de encomendas após codificação postal

Das cerca de 600 ruas que possuíam codificação postal, Camaçari agora passa a contar com 3.280 novos CEPs e diante destes novos endereços postais a distribuição de cartas e encomendas na cidade precisará passar por reestruturação.

Até então muitos moradores não recebiam as encomendas em suas residenciais ou estabelecimentos comerciais. A retirada, na sede, era feita na única agência dos Correios, localizada na Avenida Francisco Drumond. Na orla, a população conta com agências comunitárias em Vila de Abrantes, Monte Gordo, Arembepe e Barra do Pojuca.

Alguns CEPs da sede foram modificados e na orla novos foram criados – aonde passarão a ser feitas entregas.

“Com isso possibilita que a gente amplie a distribuição, porque uma coisa estava ligada a outra. Então, por que o Correio não avançou na distribuição na cidade? Em função da codificação e formalização e oficialização por parte da própria Câmara Municipal de todas essas ruas, que agora já aconteceu”, pontua o superintendente estadual de operações dos Correios na Bahia, José Oliveira dos Santos.

A partir de fevereiro ou março do ano que vem, Oliveira afirma que a empresa irá abrir o seu sistema de distritamento para ampliação de distribuição no município. “Esse trabalho é feito, justamente, para poder dimensionar toda aquela área que não era entregue e nós vamos fomentar a entrega, de modo que ele também calcula a necessidade de efetivo. Tanto de efetivo, como também de veículo, de recurso necessário para que a gente amplie a distribuição”, explica.

Sobre a agência dos Correios na sede, o superintendente assegura que a unidade passará por reforma e estima que caso seja necessário, a instituição poderá estudar a possibilidade de abrir uma nova agência na orla. “Com relação a parte de atendimento a gente não tem ainda nada de novo para acontecer. Obviamente que a agência daqui vai passar por uma reforma, já está dentro do nosso plano de investimento de fazer toda uma melhoria necessária para essa agência”, diz.

José Oliveira orienta a população a entrar no site dos Correios e pesquisar o seu novo CEP. Mesmo assim, garante que serão entregues, por meio de mala direta, avisos com os novos endereços em cada residência de Camaçari.

O processo de codificação foi feito em parceria com a Prefeitura, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Sedur). De acordo com a assessora especial do Governo Municipal, Juliana Paes, o processo estava em andamento desde janeiro 2017. Com isso, o número de endereços na cidade foi ampliado em quase 80%.

“A cidade cresceu em quatro vezes ao longo desses últimos 20 anos o seu número de endereços. Eram bairros inteiros, ruas inteiras, pessoas que moravam há 10, 20 anos e não tinham o seu endereço oficial e para completar, não tinham o seu código postal”, destaca Paes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.