Camaçari: governo irá analisar queixas de empresários

 

Por Beatriz Santos

Na tentativa de solucionar as diversas queixas do comércio de Camaçari, comissões da Associação Comercial e Empresarial de Camaçari (ACEC) e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) se reuniram  hoje (13) com o prefeito Elinaldo Araújo (DEM), no gabinete do gestor.

Na reunião foi discutido o projeto de mobilidade, estacionamentos públicos, implantação das ciclovias, mudanças no trânsito, planejamento e comunicação das obras, movimento do comércio, e a “Lei da Fachada”, taxa que os comerciantes terão que pagar referente à fachada de cada empreendimento comercial.

A partir de manhã (14), uma comissão da Prefeitura, liderada pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Waldy Freitas, e empresários que se sentem prejudicados, irão analisar o trânsito, as obras e os impactos no comércio para apresentar soluções às questões.

“Considero a reunião muito boa, foram pautadas todas as queixas e será ótimo para a gente ter essa mediação com a Prefeitura através do secretário Waldy”, frisou o presidente da ACEC, Alan Lima.

A comerciante Rita de Lima lamentou a situação. “É triste ver pessoas sendo demitidas por razões que deveriam ser para beneficiar a população, além disso, ainda existe as lojas que já estão baixando as portas, seja por falta de estacionamento ou calçadas em obras extensas”, afirmou.

O prefeito Elinaldo decidiu que as obras no Centro serão interrompidas durante o mês de dezembro, devido o fluxo de pessoas no comércio em razão do Natal.

Leia também

Comerciantes denunciam intervenções da Prefeitura no Centro como causa de prejuízos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.