Camaçari: após extração ilegal, governo elabora Plano de Ação para preservação das dunas de Jauá

O Governo Municipal realizou uma reunião nesta quarta-feira (9) na sede da Limpec para debater a cerca da criação de um Plano de Ação para a preservação das dunas de Jauá, na orla de Camaçari. A discussão aconteceu após um flagrante de extração ilegal de areia, na terça-feira (8).

Durante o debate foram colocados em questão o modelo de fiscalização e as medidas para impedir que a areia seja extraída, assim como também o descarte inapropriado de entulhos e outros resíduos.

O local é considero Área Preservação Permanente (APP) e Área Proteção Ambiental (APA), e a extração de qualquer elemento natural dessa área é crime ambiental.

Gestores e líderes comunitários durante reunião. Foto: Divulgação

O encontro foi mediado pelo secretário de Serviços Públicos (Sesp), Armando Mansur, com a participação dos representantes da comunidade de Jauá, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Sedur), Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), Superintentendência de Trânsito e Transporte (STT), Defesa Civil e Polícia Militar.

De acordo com a Prefeitura, alguns caçambeiros têm utilizado a areia com a finalidade comercial em lojas de material de construção da região e canteiros de obras. Para avaliar a funcionalidade do plano, um novo encontro será realizado na próxima quarta-feira (16).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.