Bahia e Vitória empatam sem gols, Tricolor se complica no campeonato e Leão entra no G4

Em jogo válido pelo Campeonato Baiano, Bahia e Vitória empataram em 0 a 0. O jogo aconteceu na tarde de ontem (10), na Arena Fonte Nova, e começou com pressão Tricolor. No entanto, o Leão assumiu a posse de bola até o final do primeiro tempo.

Com o resultado, o Bahia saiu da zona de classificação para as semifinais do Campeonato Baiano, precisando vencer na última rodada e torcer por combinação de resultado para passar de fase. O Tricolor está na quinta posição na tabela com 12 pontos. Já o Vitória está em 3º lugar com 13 pontos, empatado com Atlético-BA e Vitória da Conquista.

O Esquadrão volta a campo na próxima quarta-feira (13), contra o Sergipe pela Copa do Nordeste, jogando em casa. O Rubro-negro vai até Aracaju na próxima quinta-feira (14), para enfrentar o Confiança também pela Copa do Nordeste.

Pelo Baianão os dois times jogam no próximo domingo (17), o Bahia contra o Jequié, fora de casa no Waldomirão, e o Vitória enfrenta o Fluminense de Feira no Barradão. As duas partidas serão às 16h.

BA-VI

O lance que chamou mais a atenção na fase inicial da partida, foi protagonizado pelo meia Arthur, que recebeu um belo lançamento de Gilberto e ficou cara a cara com Ronaldo. Melhor para o goleiro que na sequência ainda defendeu o chute de Nino Paraíba. A partir daí, o Rubro-negro passou a ter mais posse de bola na primeira etapa, chegando com perigo em uma oportunidade com Neto Baiano de cabeça.

Na segunda etapa o técnico Enderson Moreira modificou a equipe do Bahia, sacando o volante Nilton para por Flávio. A mudança deu mais mobilidade para o Tricolor, melhorando a distribuição de bola e fazendo a ligação entre defesa e ataque.

No Vitória, o esquema do técnico Marcelo Chamusca funcionou bem. Com a defesa fechada e aproveitando as falhas do adversário. As substituições só foram necessárias após a expulsão do zagueiro Edcarlos.

Com torcida única, após o jogo os torcedores do Bahia vaiaram a equipe e entoaram o coro de “queremos treinador”. Na coletiva realizada na sala de imprensa da Arena, o técnico Enderson Moreira comentou o protesto da torcida. “Sou um profissional do futebol. Já fui muito questionado, muitas pessoas depois reconhecem o trabalho. Me dedico 24 horas para o Bahia, tento fazer meu melhor. Sou um profissional que estou preparado para todas as situações. A gente sabe que no futebol é uma sequência de situações que podem fazer você vencer um jogo ou não. Não posso cobrar que jogassem mais, porque jogamos muito melhor que nosso adversário. A gente sabe que falta. O que falta? Às vezes é aquela bola entrar mesmo. É uma grande diferença quando a bola entra e quando não entra. Acho que a equipe tem produzido, tem jogado, tem lutado muito”, explicou Moreira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.