Após denúncia da AVP, carcaça de carro é retirada da Via Parque em Jauá

Em denúncia enviada ao Destaque1 na última segunda-feira (6), a Associação de Moradores da Via Parque (AVP) reclamou de uma carcaça de carro queimado que estava na Via Parque, nas proximidades das dunas de Jauá, a cerca de um ano. Menos de um dia após a reivindicação, o entulho foi retirado do local.

“Foi retirada da Via Parque a carcaça incendiada de um carro, abandonada ali há mais de um ano. A ação da prefeitura aconteceu menos de 24 horas depois de a AVP publicar uma nota de reclamação em vários grupos de zap [WhatsApp] e no site do Destaque1. A primeira coisa que nos ocorreu foi: se era realmente tão simples, por que não foi feito antes?”, confirma a presidente da AVP, a jornalista Ana Maria Mandim.

Mandim critica a demora do poder público em tomar alguma providência para resolver a remoção do carro incendiado. “Carcaças incendiadas e abandonadas são coisas banais. Mas a permanência desses esqueletos durante meses, anos, é prova evidente de desleixo das autoridades. Em uma cidade bem administrada não seria necessário apontar isso, o próprio governo se anteciparia e retiraria a carcaça. É isso que os munícipes esperam de seus governantes”, comenta.

A associação tem lutado pela preservação ambiental e patrimonial da região, e para a implantação do Parque Municipal das Dunas de Jauá – Abrantes. A medida seria um meio de combater a prática de crimes ambientais na localidade, como a extração ilegal de areia. “Vamos continuar a chamar a atenção da prefeitura para outros problemas. Aí vem a nota ‘Incentivo ao Turismo II’”, pontua.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.