Após cerca de três anos, entrega de cadeiras de rodas zera fila de espera pelo equipamento em Camaçari

Em cerimônia aberta ao público, foram entregues nesta quarta-feira (16), cerca de 105 cadeiras de rodas e um automóvel adaptado para as pessoas cadastradas no Centro Multiprofissional de Reabilitação (CEMPRE), no pátio da Prefeitura Municipal de Camaçari. Entre crianças e adultos, a doação contemplou pessoas que estavam na fila de espera há mais de três anos para receberem o benefício. Estas doações zeraram a lista de espera.

Do total das cadeiras de rodas, 28 são motorizadas, oito monoblocos, 18 cadeiras para banho, três pediátricas e 48 para adultos. Já a van adaptada será utilizada no transporte sanitário dos cadeirantes. O veículo tem a capacidade de transportar até três pacientes por vez.

Telma Nascimento. Foto: Hyago Cerqueira

Sendo a primeira a ir ao palco para substituir a sua cadeira manual pela a elétrica, a camaçariense Telma Nascimento, 34 anos, celebrou o momento com alegria pela nova conquista. “É uma satisfação e é um direito nosso! Em cidade nenhuma nós vemos isso, dar cadeira motorizada, então isso para mim é dignidade de locomoção”, destacou.

Paraplégica desde os 11 anos, ela ainda conta que o trauma foi causado por conta de uma queda. “Eu tive uma lesão medular, tomei uma queda da própria altura e tive uma lesão na T11. Por esse motivo me tornei paraplégica”, pontuou.

O CEMPRE integra o Centro de Unidades de Apoio e Referência em Saúde (Cuidar) e atende milhares de pessoas com deficiência física, vítimas de lesão corporal e medular, patologias degenerativas do sistema nervoso central, má formação congênita, distrofias musculares, crianças com dificuldades no crescimento, pessoas amputadas e com sequelas de politraumatismos.

Elinaldo Araújo. Foto: Hyago Cerqueira

Foram investidos na aquisição desses equipamentos recursos do governo federal e verba municipal, no valor de R$ 350 mil. Em entrevista ao Destaque1, o prefeito Elinaldo Araújo (DEM), afirma que está satisfeito e realizado por ter consolidado esta parceria entre as entidades. Assim como, por ter alcançado o objetivo de atender uma boa parcela das pessoas que necessitam do recurso.

“Várias pessoas cadastradas e as vezes quando entregávamos somente cerca de 10 a 30 cadeiras, sempre ficava uma boa quantidade sem receber e isso me incomodava muito aonde dialogando com a Secretaria de Saúde tínhamos que fazer uma grande ação. Todos aqueles que precisam vão ter a suas cadeiras e aqueles que ainda não receberam estaremos procurando uma solução”, ressaltou.

Secretário de Saúde, Elias Natan. Foto: Hyago Cerqueira

Para o Secretário de Saúde, Elias Natan, a entrega destes materiais irá proporcionar uma melhor qualidade de vida para essas pessoas, auxiliando no momento do deslocamento e realização de outras atividades. Além de afirmar que este é um direito dos cidadãos em poder receber os novos recursos.

“A importância é dar dignidade a essas pessoas com dificuldade de locomoção e movimento. A partir do momento que você entrega um automóvel adaptado e com elevador, único e exclusivamente para fazer o transporte dessas pessoas, você assegura a elas a terem um atendimento mais digno, mais qualificado e eficiente. A consolidação é de um direito social, não só saúde, educação, mas também o direito de ir e vir”, ressaltou o gestor.

Esperando desde 2016 na fila para ser contemplada com uma cadeira motorizada, Maria de Lurdes, 51 anos, emocionada relembra as dificuldades que enfrentou para conseguir o recurso. “Meu nome não estava na lista e eu fiz três vezes a inscrição, e nada de receber a minha. Eu não acreditava no que estava acontecendo. Tenho um trabalho político dentro do município e não aceitava passar por isso. Mas Deus enviou anjos ao meu redor e a minha fé que nunca desisti”, expressou.

Maria de Lurdes. Foto: Hyago Cerqueira

Segundo a Coordenadora do CEMPRE, a unidade oferece assistência e acolhimento aos cadeirantes do município através da avaliação que é realizada por meio de uma equipe composta por multiprofissionais da área de saúde, com neurologistas, neuropediatras, enfermeiros, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, nutricionista, psicólogo e assistente social. A quantidade de pessoas atendidas pode variar de acordo com a demanda do serviço.

Clarice Sousa, coordenadora do CEMPRE. Foto: Hyago Cerqueira

Para realizar o cadastro na unidade, o munícipe deverá emitir um relatório médico que conste as informações de acordo com as suas necessidades, ir até o CEMPRE para preencher um formulário com os dados pessoais e em seguida aguardar para passar por uma avaliação médica.

O complexo está situado na Rua da Natividade, atrás do Supermercado Bompreço, no Centro. O horário de funcionamento é das 8h às 17h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Para compartilhar esse conteúdo, por favor, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. As regras tem como objetivo proteger o investimento que o Destaque1 faz na qualidade de seu jornalismo.